Agrofloresta na caatinga

Saudações irmãos e irmãs, meu nome é Ádelon Cristhian, sou de Santaluz na Bahia (300 km de Salvador 300km de Aracaju) aqui a principal cultura é o sisal, pouca chuva 594mm anuais, temperatura média 23.2c. Sou novo por aqui e novo no assunto agroflorestal, porém tenho um projeto em mente e gostaria da ajuda de vocês, pois todo o meu conhecimento é absorvido da internet e de amigos, eu já conheço muita coisa sobre os conceitos de estratificação, consórcios, pois já assisti muitos vídeos documentários e afins sobre o tema, porém meu conhecimento ainda está se formando (e sempre estará) sou aluno universitário do curso de sistemas de informação, estou com uma área aqui em um povoado próximo no qual eu fiz um manejo inicial, cortei uns pés de pinhão e separei uma área de início, o pinhão está se decompondo no local, como fornecimento de material orgânica inicial, o solo é arenoso, não muito compactado, ainda não fiz testes químicos, porém o solo está a uns 10 anos sem manejo, devido a minha indisponibilidade por conta de estar morando próximo a Aracaju (por causa da faculdade) não vou muito no lugar, porém desejo me estabelecer por lá… bem com isso, venho pedir a vocês conselhos, dicas, pois estou na fase inicial do projeto, estava pensando em plantar algumas culturas que ajudem o solo e que sejam resistentes a falta de água, pois estou com projeção para irrigação, mas posteriormente, no momento desejo preparar o solo. Obs: estarei indo lá no final do ano onde a incidência de chuva é maior. (Posso mandar mais informações, fotos, etc…) Desde já gratidão a todos.

1 Curtida

Bem vindo Adelon! Estamos juntos na regeneração!

Você consegue nos dar mais alguns detalhes como:

  • Período de chuvas do local
  • disponibilidade de recursos humanos ( tempo)
  • Água para irrigação
  • Disponibilidade de insumos ; adubos, mudas, sementes
  • Seus objetivos e culturas de interesse

O meu tempo, como disse, é reduzido por conta de não estar morando no local, irei lá agora no fim do ano e esporadicamente durante o ano, ainda não possuo irrigação, creio que um tanque de pedras irá acumular água e fica em frente a área escolhida, quero utilizar matéria verde para realizar a adubação, creio que dentro da propriedade eu consigo retirar, as mudas e sementes eu ainda estou acumulando, meu objetivo inicial é por plantas de baixa necessidade hídrica e resistentes ao sol, para que o solo vá sendo preparado, pois irei me estabelecer por lá daqui a ±1,5 anos quando me formar, mas já quero ir mexendo aos poucos para quando eu chegar o solo esteja melhor…
As pioneiras serão palma forrageira e sisal, que tem em abundancia por lá, irei buscar também algumas nativas dentro da caatinga que tem nas redondezas e frutíferas que são bem adaptadas ao local.

Bom Dia!!!

Seguindo e compartilhando a afirmação do Michel “Estamos juntos na regeneração”, para sugerirmos algoi necessitamos de detalhes do local e das disponibilidades de insumos diversos, humanos e materiais.
Tem que analisar melhor e corrigir a informação “período chuvoso do ano dura 10 meses” e acho que sua informação de índice pluviométrico anual de 594mm está proximo ao real e deve ser considerado, tb quanto a informação do periodo chuvoso no final de ano.

Vou usar suas afirmações para tentar contribuir:
“creio que um tanque de pedras irá acumular água e fica em frente a área escolhida, quero utilizar matéria verde para realizar a adubação, creio que dentro da propriedade eu consigo retirar, as mudas e sementes eu ainda estou acumulando, meu objetivo inicial é por plantas de baixa necessidade hídrica e resistentes ao sol, para que o solo vá sendo preparado, pois irei me estabelecer por lá daqui a ±1,5 anos quando me formar, mas já quero ir mexendo aos poucos para quando eu chegar o solo esteja melhor…
As pioneiras serão palma forrageira e sisal, que tem em abundancia por lá, irei buscar também algumas nativas dentro da caatinga que tem nas redondezas e frutíferas que são bem adaptadas ao local.”

Então o insumo básico mais importante é água e deve aproveitar o período chuvoso da região para ações, mas o planejamento deve ser prévio e bem acertado para maior sucesso. Tem a opção citada de barragem de pedras que deve ter disponibilidade, mas tem que estar atento ao custo para impermeabilização, já a barragem subterrânea é uma tecnologia simples e que pode trazer muitos beneficios, abrir um sulco e colocar um material isolante como argila, mas como citado o solo da região é arenoso, pode usar uma lona plastica para isolamento e como vai ficar enterrada vai tem uma longa vida útil.
Novamente aproveitando o periodo chuvoso deve tentar enriquecer a área com o maximo de especies que tiver disponíveis no local, as nativas são sempre a melhor opção e como plantas pioneiras que vão abrigar e proteger as demais em seu desenvolvimento, e outras trazidas de outras lugares.
Observamos que já tem boas ideias formadas, e tb aproveitando sua formação, pesquisar bastante para planejar melhor e assim ter melhores resultasdos já que seu horizonte de habitar o local é bem proximo.
Mas em resumo acredito que está no cominho certo com as informações que tem disponivel, foco em enriquecer o local com especies adequadas, como pioneiras, para melhorar o flora e micro clima

Sucesso Adelon!!!

Eu também estou iniciando uma agrofloresta em minha propriedade em Riacho de Santana BA a 800 km da capital com 600 metros de altitude (em relação ao nível do mar) e média de precipitação de chuvas em torno de 700 a 800 milímetros anuais. Tenho um poço tubular com vazão de 1000 litros por hora para pequenas irigações a água é carregada de sais… Preciso de uma orientação por favor!!